Sai do muro, ABC

Paz, estabilidade e valorização. É tudo que um trabalho deseja para desempenhar as suas tarefas diárias, seja qual for a função que desempenhe. A profissão de treinador de futebol, entretanto, está longe de oferecer esses atributos, especialmente no futebol brasileiro.

Ranielle Ribeiro foi efetivado como treinador em 2017 (Foto: Andrei Torres/ABCFC)

A pressão extracampo dos dirigentes, das arquibancadas e das redes sociais por resultado ou mesmo por desempenho em campo – às vezes, mesmo com vitória – tem sido determinante ao longo dos anos para garantir ou derrubar técnicos no país. Uma sequência ruim, a queda é provável. Se for com derrota em clássico, então, é certa. Mas a insegurança, certamente, é ruim até mesmo para uma tentativa de reação do comandante e seus comandados.

No ABC, neste início de Série C, o cenário é parecido. Em entrevista, o executivo de futebol do clube, Giscard Salton, garantiu a permanência de Ranielle Ribeiro, no comando técnico da equipe, ao menos até a partida contra o Altos-PI, pela pré-Copa do Nordeste, nessa quarta-feira. O jogo é o primeiro de dois duelos para garantir vaga na Copa do Nordeste de 2020. “Ranielle é o treinador do ABC. Futebol é resultado. Ranielle faz a próxima partida também, no Altos do Piauí”, disse em entrevista coletiva no domingo.

A vitória no fim de semana, na estreia da Série C contra o Náutico-PE, deu uma sobrevida ao treinador que segue pendurado no cargo. Ranielle vem pressionado há semanas após as eliminações na Copa do Brasil, Copa do Nordeste e a perda do título do Campeonato Potiguar para o América. Isso sem contar com a oitava colocação ainda na fase de grupos da Série C de 2018 em que o Alvinegro ficou bem distante da briga pelo acesso e a apenas dois pontos da zona de rebaixamento.

A situação é, no mínimo desconfortável para o treinador que tem uma história de muitos anos no clube, em que foi preparador físico. Ribeiro segue sem qualquer segurança no comando da equipe. Salton sinalizou a continuidade do técnico, mas em tom temporário. A impressão é que o cartola espera apenas um tropeço da equipe – talvez uma eventual eliminação na Pré-Copa – para demitir o profissional, no cargo desde outubro de 2017.

Particularmente, me parece que o tempo de Ranielle no clube se esgotou há algum tempo. A mudança deveria ter ocorrido após o revés do Estadual para que o clube e o elenco tivesse um novo direcionamento técnico e pudesse respirar novos ares. Mas se a intenção do ABC é mantê-lo, que seja de forma clara e correta. Dar segurança e garantir reforços de qualidade resumem o único caminho possível para a permanência do profissional e o crescimento de produção da equipe.

A decisão de ficar em cima do muro só mostra falta de convicção no trabalho desenvolvido em campo – e fora dele. Bem ou mal, o ideal seria uma postura definitiva sobre a sequência do profissional. Deixá-lo fritar no cargo é um desrespeito a quem tem uma história de vida com o clube.

Reformulado

Quem não teve medo de reformular foi o Santa Cruz de Natal para a disputa da Série D. O clube dispensou 10 atletas e contratou outros 12 reforços, dentre eles, cinco jogadores que passaram pela equipe em 2018. Chegaram para o clube: os goleiros Camilo e Fábio Fernandes; os zagueiro Gerson Galdino e Renan Barreto; o lateral-direito Ângelo; o volante Victor Feitosa; os meias Rivaldo, Douglas Cruz e Doda, além dos atacantes Cleiton, Paulinho e Dudu. A equipe estreia no próximo domingo, contra o Floresta, na Arena das Dunas.

Críticas de Neymar

O jornal francês “Le Parisien” trouxe nesta terça-feira mais informações sobre o racha no vestiário do PSG e apontou dois dos jogadores alvos das crítica de Neymar após a perda do título da Copa da França, no fim de semana, para o Rennes. De acordo com a publicação, ao questionar o comportamento de jogadores mais jovens, ele teria se referido ao goleiro Alphonse Areola, de 26 anos, (um ano a menos que Neymar), e o lateral Presnel Kimpembe, lateral-esquerdo de 23. O treinador Thomas Tuchel estaria do lado do craque brasileiro quanto às críticas, mas desaprovou o posicionamento público sobre o assunto.

Dirigir para viver

Aos amantes da velocidade e das disputas ferrenhas na pista, uma dica imperdível: está disponível na Netflix a série documental “Fórmula 1: Dirigir para Viver”, sobre a temporada de 2018 do torneio automobilístico. Os dez episódios revelam bastidores da categoria pouco mostrados ao grande público. A série é produzida por James Gay Reed, responsável por produções como os documentários ‘Senna’, sobre Ayrton Senna, e ‘Amy’, sobre Amy Winehouse. Com a obra sobre a cantora, aliás, James ganhou o Oscar de melhor documentário de longa-metragem. A categoria tem planos para a segunda temporada, em 2020, com a inclusão de duas equipes: Ferrari e Mercedes, que não entraram em acordo para as filmagens da primeira parte.

Rolês aleatórios

O Campeonato Brasileiro é, sem dúvida, uma das competições futebolísticas mais difíceis do mundo. Com 20 clubes participantes, de início, é fácil apontar ao menos seis candidatos ao título a cada edição, fora as surpresas de equipes que azeitam durante a disputa e passam a brigar também pelo título. Mas o fato é que, assim como o Brasil, é impossível não encontrar nos gramados, arquibancadas e vestiários, situações inusitadas, os “rolês aleatórios”.

Top 10

O GloboEsporte.com listou 10 momentos incríveis dentre as quatro divisões do Campeonato Brasileiro. Do rei dos “rolês aleatórios” Ronaldinho Gaúcho, passando por massagista impedindo gol adversário, artilheiro pegando pênalti, rivais empurrando ambulância, jogador comemorando gol que não existiu e muito mais. Vale conferir o Top 10 no site clicando nesse link.

Anúncios

Um comentário sobre “Sai do muro, ABC

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s