Fim dos estaduais

Os Campeonatos Estaduais estão perto do fim. Ao menos como conhecemos. É fato que eles foram responsáveis, muito tempo atrás, pelo nascimento das rivalidades locais, construção da história do futebol brasileiro e dos próprios times que ao longo de décadas disputaram a competição – muitas vezes com ela segundo a única do calendário no ano.

ABC e América fazem a final do Estadual 2019 no RN (Foto: Canindé Pereira/AméricaFC)

As conversas para que os Campeonatos Estaduais passem por mudanças já tiveram início desde 2018, com a criação de um grupo na CBF que reúne representantes da entidade e das Federações. Um dos fatores que devem acelerar o processo é a saída da Globo que se prepara para começar a deixar as transmissões das principais competições a partir de 2020, o que resultará no fim da injeção no mercado da bola de mais de R$ 197 milhões em 10 estaduais, incluindo Paulistão, Carioca, Mineiro e Gaúcho.

Uma das ideias da emissora é antecipar o calendário nacional, especialmente o Brasileiro para o mês de Fevereiro. Também está entre as opções promover os estaduais por todo o país em fórmula única. Alternativa estudada, também, é reduzir as competições ainda mais, o que poderia resultar no fim de muitos clubes, inclusive no próprio Rio Grande do Norte que vê o Campeonato Estadual perder força ano após ano – ganhando contornos mais relevantes apenas nos jogos finais com ABC e América.

Situações como a do Campeonato Potiguar não são raras e, por isso, é mais do que necessária uma atenção para se corrigir distorções e torná-los novamente interessantes. E do lado da CBF, de fato, não há intenção de acabar com os Estaduais. Não pelo amor ao futebol regional, mas especialmente porque é das Federações responsáveis pelas respectivas disputas que saem os votos para eleição do mandatário da entidade maior do futebol brasileiro.

O fato é que os campeonatos e torneios nacionais, em geral, envolvem apenas uma “elite” do futebol brasileiro. Com aproximadamente 650 clubes profissionais no país, apenas pouco mais de 10% está presente na maior parte dessas competições.

Discutir o fim dos estaduais é olhar de cima para baixo. De quem possui calendário anual – ou grande perspectiva de um. Não atende a maior parte dos clubes do futebol brasileiro, promove o fim da real identidade do torcedor com a agremiação de sua própria cidade, além do fim de milhares de empregos por todo o país.

Não apenas isso, elitizará o futebol profissional que passaria a ser disputado, exclusivamente, nos grandes centros e nas capitais, marginalizando talentos, oportunidades e desumanizando o futebol em detrimento dos interesses econômicos apenas. É fato que esse esporte é um negócio e precisa ser lucrativo.

Por outro lado, a essência do futebol está justamente naquilo que não pode ser criado ou produzido. A paixão, a emoção, as pessoas e a sua ligação com as cores, os símbolos e os dias eternos que duram 90 minutos num domingo à tarde. Os fim está próximo, ainda não sabemos, entretanto, qual deles.

Ainda dá tempo

A venda de ingressos com preços promocionais para a decisão do Campeonato Potiguar de 2019 entre América e ABC foi prorrogada até esta segunda-feira (22). A partida acontece nessa quarta-feira (24), às 21h30, na Arena das Dunas, em Natal. Os bilhetes para os setores Sul (América) e Norte (ABC) serão vendidos a R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). O setor Leste (América) custa R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia). Já para o setor Premium, destinado as duas torcidas, os bilhetes estão à venda por R$ 70 (inteira) e R$ 35 (meia). A partir desta terça, (23), os preços terão acréscimo de 50%. Clique aqui para comprar.

Rei do Nordeste

O Santa Cruz foi o campeão da Copa do Nordeste de Futebol 7, competição realizada neste feriadão de Páscoa, em Natal. Os pernambucanos empataram com os Pandas-CE, no tempo normal, por 2 a 2 e venceram nos shoot-outs por 1 a 0. A disputa contou com a organização da Confederação de Futebol 7 do Brasil (CF7B) com apoio da Liga Norte-rio-grandense de Futebol 7 (LNF7). Ao todo, 16 equipes participaram da competição representando cinco estados da região.

Bulls na linha

O Bulls Potiguares inicia oficialmente a temporada 2019 no próximo domingo (28), no Sesi Club, às 15h, na disputa da Copa Nordeste de Futebol Americano. A equipe potiguar estreará no torneio diante do Patos Futebol Americano, da cidade de Patos, na Paraíba. Além da Copa do Nordeste, os Touros disputarão o campeonato estadual de Futebol Americano e o Brasil Futebol Americano (BFA), a primeira divisão do esporte no país.

Para descer a ladeira

O potiguar Anderson Dantas sonha com a participação no World Roller Games, em Barcelona e deu início a arrecadação de recursos através de uma “vaquinha virtual”. O jovem da cidade de Parnamirim, da região da Grande Natal, é atleta de inline downhill, a fórmula 1 da patinação, e pede apoio para representar mais uma vez o país em uma competição Internacional. Dantas é o único atleta da categoria convocado a representar o Brasil. O roller games são as Olimpíadas de esportes sobre patins. Quem quiser contribuir com o atleta pode acessar o site aqui.

Sereia do Bodyboard

A potiguar Priscila Medeiros se prepara para a disputa das cinco etapas do Circuito Brasileiro Pro 2019 de Bodyboard. A luta pelo título nacional começa no Rio de Janeiro, em Niterói, local da primeira etapa. A atleta faz parte das Top Profissionais da modalidade no país.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s